Planeta América Latina - Eventos, Promoções e Novidades!

Confira os eventos, promoções e novidades em sua cidade. Aqui, no Planeta América Latina!

15 imigrantes são eleitos conselheiros participativos em São Paulo

15 imigrantes são eleitos conselheiros participativos em São Paulo


Criado em 2013, o Conselho Participativo Municipal é um órgão autônomo e formado exclusivamente por membros da sociedade civil. Constituído a partir de eleições diretas regionais, o conselho tem como objetivo a construção de políticas públicas e o auxílio do controle social no planejamento, fiscalização e utilização de recursos públicos em cada uma das 32 Prefeituras Regionais da capital.

Para o próximo biênio, cada eleito representará 30 mil habitantes. De acordo com a lei vigente, cada distrito deve contar com, no mínimo, 5 conselheiros. A atuação de cada conselheiro abrange seu respectivo território da cidade e visa ampliar a participação popular, garantindo mais transparência ao trabalho executado pelas Prefeituras Regionais.

 

O resultado foi publicado no "Diário Oficial da Cidade de São Paulo", na quinta-feira, 14 de dezembro de 2017.

Cabe ao conselheiro se inteirar das reivindicações locais e levá-las até a prefeitura da sua região. O Conselho Participativo Municipal deve se articular com os demais conselhos municipais, conselhos gestores e fóruns criados pela legislação vigente, não os substituindo em nenhuma hipótese.


Eleição

A eleição ocorreu no dia (03) de dezembro, em todos os distritos da capital paulista.

 



O boliviano Adhemar Fuentes Terrazas, foi eleito conselheiro participativo com a maior quantidade de votos (26 votos) na Prefeitura Regional da Mooca.

 

 

Andrea Carabantes Soto, imigrante de nacionalidade chilena eleita conselheira participativa municipal, pela Prefeitura Regional de Vila Mariana.

 

 

Obrilfido Quispe Rimachi, imigrante peruano eleito conselheiro participativo municipal, pela Prefeitura Regional da Sé.