Planeta América Latina - Eventos, Promoções e Novidades!

Confira os eventos, promoções e novidades em sua cidade. Aqui, no Planeta América Latina!

Fatores de risco do câncer de mama

Fatores de risco do câncer de mama

Chefe da divisão de tumores sólidos do Centro Memorial Sloan-Kettering. Trabalha também como presidente da Sociedade Americana de Oncologia Clínica.

Poderia enumerar os fatores de risco do câncer de mama?

O principal fator de risco para desenvolver câncer de mama é ser mulher. As mulheres têm quase cem vezes mais chances de desenvolver câncer de mama que os homens. Posso dizer que isso se deve ao estrógeno, que propicia o crescimento das células mamárias e pode gerar o desenvolvimento de células cancerígenas, através de uma variedade de mecanismos que estamos começando a compreender atualmente.

O câncer de mama é mais comum à medida que a mulher envelhece. Tomar quantidades extras de estrógeno, por meio de pílulas anticoncepcionais ou hormônios, depois da menopausa, aumenta o risco de câncer de mama. Isso ocorre em uma proporção mínima, geralmente, mas significativa, para alguns indivíduos.

Recentemente aprendemos algo muito importante: algumas mulheres apresentam uma elevada pré-disposição a desenvolver o câncer de mama, devido a anomalias genéticas herdadas da mãe ou do pai. Dos genes em particular, um, denominado BRCA1, e outro, chamado de BRCA2, estão indiscutivelmente envolvidos no risco de desenvolver câncer de mama e ovários, em algum momento da vida de certas mulheres.

As mulheres que demoram a entrar na menopausa ou que começam a menstruar muito cedo parecem correr mais riscos.

Não ter filhos até uma idade considerada avançada, por volta dos trinta anos, também pode aumentar, de alguma forma, o risco.

A exposição à radiação, para as pessoas que tiveram essa infeliz experiência, aumenta o risco.

Estamos começando a interpretar todas as situações, nos baseando nas mudanças do DNA, que levam à formação do câncer.


Por que o câncer de mama é uma epidemia no ocidente?

Bem, epidemia ou pandemia, pode-se discutir essa definição, mas certamente é uma doença muito comum, que estamos estudando com bastante atenção. Ninguém tem muita certeza das razões pelas quais ela ocorre, mas é possível que esteja relacionada à alimentação e outros fatores, vinculados ao modo de vida, e o fato de ter muitos filhos e/ou ter o primeiro filho com idade avançada. Também é possível a existência de determinadas substâncias químicas ou outros fatores ambientais a que estejamos expostos.