Planeta América Latina - Eventos, Promoções e Novidades!

Confira os eventos, promoções e novidades em sua cidade. Aqui, no Planeta América Latina!

Malala Prêmio Nobel da Paz, motiva ativistas em São Paulo

Malala Prêmio Nobel da Paz, motiva ativistas em São Paulo

Em palestra Malala, fala sobre o poder que tem a educação.

A ativista paquistanesa prometeu iniciar um projeto do setor no Brasil.

Malala Yousafzai de apenas 20 anos, mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da Paz em 2014, participou de um debate sobre educação.

Em Brasil, 1,5 milhão de mulheres não podem estudar. O empoderamento feminino vem da educação”, afirmou a paquistanesa, que aos 15 anos foi baleada pelo Talibã por se manifestar contra a proibição da educação para garotas. “Esse tipo de acesso não é uma ajuda individual, mas geral, da economia, da democracia…

 

Projeto "Plano de Menina", projeto tem estimulado a capacitação de mulheres da periferia, como ferramenta de superação.

 

 

A paquistanês Malala encorajou ainda mais a jovem Luz Quispe (estudante que cursa relações internacionais), a brasileira descendente de imigrantes bolivianos mora em São Paulo.

Luz acredita que a educação é a ferramenta de superações que ajuda as mulheres combater a violência de gênero em Brasil e no mundo todo.

Projeto criado por Luz Quispe, Amanda Guimarães, e outras colegas brasileiras. O projeto oferece um espaço de capacitação e superação de jovens mulheres em SP.

Saiba mais do projeto Plano de Menina - https://planodemenina.com.br/

 

Wellington Nogueira, fundador dos Doutores da Alegrai prestigiou palestra de Malala.

 

 

Wellington Nogueira fundador dos Doutores da Alegrai, destacou a participação das jovens ativistas brasileiras, que lutam pela educação e valorização das mulheres da periferia em São Paulo. As historias das jovens ativistas brasileiras, foram ante sala da participação da paquistanesa Malala.

DOUTORES DA ALEGRIA

Nos anos 90, Wellington Nogueira trabalhava nos Estados Unidos com uma trupe de palhaços que realizava intervenções em hospitais de Nova Iorque. Era algo muito inusitado.

Em 1990, retornou a São Paulo para visitar seu pai na UTI do Instituto do Coração. Foi ali que resolveu se apresentar como palhaço para crianças.

“Fui e foi muito legal. Quando terminei, meu pai tinha saído do coma. Depois, ele saiu do hospital –e eu tinha vindo para acompanhar sua morte. Estava com um sentimento de gratidão. No ano seguinte, voltei para o Brasil e comecei o trabalho”, conta ele. Foi em setembro de 1991 que surgiu Doutores da Alegria.

 

Refugiados africanos prestigiam palestra de Malala

 

 

Benezeira Oganda, e Abdulbaset Jarour, (Refugiados da ONG África do Coração) ficaram notavelmente emocionados, e estimulados a continuar seu trabalho graças a presença histórica de Malala, personalidade de tremendo impacto mundial na promoção da EDUCAÇÃO e PAZ no mundo inteiro.

África do Coração: http://africadocoracao.org/

 

Ativistas brasileiras vem paquistanesa Malala como inspiração de luta 

 

 

Jovens ativistas brasileiras, acreditam que Malala seja uma inspiração para seu trabalho, "uma história de vida a ser imitada". Porem a morte de jovens pretos na periferia foi lembrado como uma meta triste a ser combatidos pela sociedade brasileira.

 

Assista a palestra de Malala na integra

 

Por: Beatriz Yoshimura / Publicado em 10 de jul de 2018