1º Festival dos Povos Indígenas na Serra Sagrada 13,14,15/5/22

Queridos amigos, com imensa alegria no coração, realizaremos nos dias 13, 14 e 15 de maio, o antigo sonho de reunir diferentes parentes indígenas em nossa casa para celebrarmos juntos a diversidade cultural e espiritual de nossos povos originários. Serão três dias dedicados ao estudo dos grafismos, à pintura corporal, aos círculos de cantos nas línguas nativas, às danças tradicionais, à cerimônia do Temazcal, ao feitio da Jurema Sagrada e à cerimônia de Ayahuasca com todos os nossos convidados, cantando e celebrando em família!

Publicado em
1º Festival dos Povos Indígenas na Serra Sagrada 13,14,15/5/22

1º Festival dos Povos Indígenas na Serra Sagrada 13,14,15/5/22

Nestes três dias estaremos em profundo estudo e parceria com diversas etnias de diferentes partes do Brasil, reunidas aqui, no coração do Espinhaço, em Minas Gerais.

Teremos a alegria e a honra de recebermos, pela primeira vez, em nossa casa, os povos do Xingu. A força dos cantos e das danças cerimoniais dos Mehinako nos será apresentada pelo líder espiritual e cacique Yahati Mehinako, respeitável ancião de seu povo, que lidera a aldeia Kaupüna e realiza, junto aos anciões dos outros povos xinguanos, o famoso ritual do kuarup. Já os estudos sobre os grafismos, seus significados e a extração das tintas naturais para realizá-los nos serão apresentados pelo seu filho Waxamani Mehinako. Waxamani é, atualmente, um dos grandes artistas de seu povo, tendo seu trabalho reconhecido por levar os grafismos corporais dos Mehinako para as telas, exposições, galerias e bienais de arte. A admirável arte de Waxamani está, atualmente, na Bienal de Artes Plásticas de São Paulo e integra também o Livro de Arte Coletiva da Serra Sagrada, o nosso Livro Infinito. Será um imenso aprendizado adentrar na mitopoética do Xingu por meio destas duas personalidades emblemáticas do povo Mehinako!


Do Sul do Brasil, receberemos a visita dos irmãos Guarani, sob a guiança de nosso parceiro Karaí Okendá (Geraldo Moreira), um dos principais guardiões de seu povo e herdeiro de um dos maiores pajés vivos de nosso país; seu pai, o Pajé Werá Tupã (Seu Alcindo). Com a comitiva dos Guarani realizaremos a tenda do Temazcal, que também é uma medicina ministrada por eles, e faremos a cerimônia de Ayahuasca sob o legado musical encantador que eles possuem. Embalados pela música e pelo tocante silêncio do povo Guarani, sentiremos profundamente a medicina da paz se aninhando e ganhando espaço no corpo de nosso coração.

1º Festival dos Povos Indígenas na Serra Sagrada 13,14,15/5/22
Do nordeste, estarão conosco os povos indígenas Fulni-ô, antigos parceiros de tantos e tantos encontros e vivências já realizados em nossa casa. A comitiva Fulni-ô, guiada pelos queridos amigos Eduardo Flydjwa e Sainny, contará também com os irmãos Táádiwá e txoklaya que, juntos, realizarão o círculo de cantos na língua Yathêe e tocarão o maracá durante as vigorosas danças e festividades da cultura típica de seu povo. Já há muitos anos, Flydjwa recebeu as bênçãos de seus ancestrais para realizar a guiança espiritual do Toré e fazer o Feitio da Jurema Sagrada. Durante o nosso encontro, teremos a oportunidade e a honra de, mais uma vez, estarmos juntos aos nossos irmãos Fulni-ô realizando o preparo da Jurema Sagrada. No sábado, faremos o ritual durante toda a noite consagrando as medicinas da Ayahuasca, da Jurema e do Rapé, vivenciando uma mágica experiência que nos levará ao encontro dos Encantados e de toda uma vasta tradição cultural e espiritual. Ouvindo os cantos e rezos de todos esses povos, nos reconheceremos enquanto cultura que se constitui na pluralidade das línguas, dos mitos, dos ritos, das danças e das formas de narrar o mundo e nos encontrar com a imensidão.

Sejam todos muito bem-vindos à Serra Sagrada e ao coração dos Povos Indígenas de nosso país!
Metaquiaze!
Aguydjevete!
A Ê!!!!

1º Festival dos Povos Indígenas na Serra Sagrada 13,14,15/5/22

PROGRAMAÇÃO

DIA 13/05 – Sexta-feira
07:00 h – Saída dos grupos de carona de BH.
10:00 h – Chegada à Serra Sagrada, montagem das barracas e lanche.
12:00 h – Abertura de nosso evento com a apresentação das lideranças indígenas que estarão conosco e início de nossas atividades realizando a cerimônia do Temazcal.
16:00 h – Almoço e descanso
19:00 h ¬– Cerimônia de ayahuasca conduzida pelos irmãos Guarani.
23:00 h – Encerramento da cerimônia, jantar e descanso.

DIA 14/05 – Sábado
09:00h – Café da manhã
10:00 h – Ciclo de estudos dos grafismos com os Mehinako, os Fulni-ô e os Guarani. Após a fala de cada um deles, iniciaremos o processo de pintura corporal ou de pintura em tela. As pessoas que desejarem fazer pintura em telas, tecidos ou objetos, tragam seus materiais de trabalho. Com a presença do grande artista Waxamani Mehinako, conheceremos algumas das pinturas do universo xinguano e aprenderemos as técnicas de traçado, tintura natural e modo de pintar nos corpos, nas telas e em outros suportes. Em seguida, estudaremos com os irmãos Flydjwa e Sainny, do povo Fulni-ô, os grafismos de sua tradição e também aprenderemos alguns grafismos dos Guarani, com Geraldo Karaí Okendá.
13:00 – Após o ciclo dos grafismos e das pinturas, iniciaremos os ciclos de cantos com os três povos. Ouvindo a sabedoria do Cacique e ancião Ahati Mehinako, que nos ensinará um canto e uma dança de seu povo.
15:00 – Feitio de Jurema com os Fulni-ô e continuidade dos estudos sobre seus cantos e danças. Além disso, continuaremos com as práticas das pinturas corporais para que estejamos todos pintados para a grande cerimônia noturna que faremos.
16:00 – Almoço e descanso.
21:00 – Abertura da cerimônia principal com a condução dos indígenas Fulni-ô, mas também com a participação de todos os povos reunidos e do grupo etnomusical da Serra Sagrada. Ao longo de toda a noite, estaremos sendo conduzidos pelas medicinas da Ayahuasca, da Jurema, dos cantos e das festivas danças dos Fulni-ô, dos Mehinako e dos Guaranis. Iremos até o amanhecer do dia em uma linda celebração à vida e à riqueza das tradições culturais dos povos originários de nosso país.

DIA 15/05 – Domingo
6:00 – Café da manhã e descanso.
10:00 – Banho de rio e momentos de lazer no rio.
12:00 – Almoço e confraternização.
14:00 – Regresso dos grupos de carona para BH.

RECIPROCIDADE PELA VIVÊNCIA

(com todas as atividades inclusas, alimentação e área de camping. As pessoas que desejarem se hospedar em nossas acomodações, deverão acertar à parte o valor dos quartos. Apresentaremos três opções de contribuição, todas dão acesso a todas as atividades, mas, por amor, os que puderem contribuir com o maior valor possível o façam, pois são muitos irmãos indígenas e muitos os gastos com as passagens para trazê-los das aldeias são altos. Além disso, com quanto mais pudermos contribuir, maior será o repasse para eles, propiciando, assim, que uma quantia financeira maior chegue à aldeia de cada um deles.)

03 DIAS DE CERIMÔNIA (de sexta a domingo):
• Contribuição solidária: 480 reais
• Contribuição participativa: 680 reais
• Contribuição ideal: 1.080 reais

02 DIAS DE CERIMÔNIA (de sábado a domingo):
• Contribuição solidária: 380 reais
• Contribuição participativa: 580 reais
• Contribuição ideal: 980 reais

Formas de pagamento: Pelo sympla, que divide em até 10 vezes no cartão, ou por pix ou depósito em conta bancária.

ACOMODAÇÕES NOS QUARTOS DA VILA DA SERRA SAGRADA
(Valores incluindo todos os dias do evento):
Quarto individual: 400 reais
Quarto de casal: 600 reais
Quarto compartilhado com 3 ou 4 pessoas: 250 reais para cada pessoa

LOCALIZAÇÃO E CHEGADA À SERRA SAGRADA
A Eco Aldeia Serra Sagrada fica na Serra do Cipó, na cidade de Santana do Riacho, a 140 km de BH.
Os participantes que não possuem carro chegam ao local por meio de caronas solidárias, contribuindo com 60 reais para ajudar nos custos da gasolina. Na semana anterior ao evento, organizaremos os grupos de carona. O valor da carona deverá ser passado diretamente ao motorista.

ESPAÇO FÍSICO DA SERRA SAGRADA
A Eco Aldeia disponibiliza um lindo centro cerimonial, que comporta até 250 pessoas, um amplo refeitório no qual temos também a nossa loja na qual vendemos artigos ecológicos e étnicos, além dois grandes banheiros secos, e sete banhos com chuveiros quentes. Em nossa vila, temos a capacidade para receber entre 40 e 60 pessoas hospedadas.

Além disso, a Serra Sagrada fica situada em uma privilegiada localização na Serra do Espinhaço, envolta por antigos paredões rochosos, que datam de mais de 1,8 bilhões de anos, e por um cristalino rio, que é o Rio de Pedras, constituído por uma nativa vegetação do Cerrado em seu entorno. Por favor, procurem trazer produtos de higiene pessoal mais naturais e que não poluem tanto o rio ou optem por não utilizar nenhum produto nos banhos de rio para preservarmos ainda mais a água potável do Rio de Pedras que abastece várias comunidades em nosso entorno.
Sejam todos muito bem-vindos à nossa casa e ao coração do Espinhaço!

O QUE TRAZER PARA OS ENCONTROS:
• Lanterna.
• Colchonete para realizar as cerimônias no centro cerimonial.
• Trajes de banho para a prática do temazcal e agasalhos para as cerimônias noturnas. Já está bem frio na Serra e na data de nosso encontro estará ainda mais.
• • Barracas para aqueles que irão acampar.
• As pessoas que irão se acomodar nos quartos da vila, caso desejem trazer suas roupas de cama para maior conforto, também é recomendável. Se precisarem, temos à disposição na Serra. Basta nos informar.
• Produtos de higiene pessoal mais naturais e orgânicos.

NÃO TRAZER: doces, balas, biscoitos, chocolates, iogurtes, bebidas alcoólicas, cigarros, cannabis ou qualquer outro psicoativo. O nosso intuito não é recreativo, mas sim o de firmarmos nosso propósito em estudarmos e tomarmos as plantas maestras dentro de um cunho espiritual, cultural e expansivo de nossa consciência.
Sejam todos muito bem-vindos!

E que estejamos juntos em uma linda celebração em honra a todos estes povos!
Metaquiaze! Aguydjevete! A Ê!!!!!

fonte: facebook.com/serrasagrada

VEJA TAMBÉM
Consulado boliviano atende neste sábado 12 de março de 2022
Mulher policial (GCM) pede para as imigrantes denunciar a violência contra elas
Consulado boliviano atende neste sábado 12 de março de 2022

Publicidade

Deixe um comentário