Primeira promoção de mulheres indigenas amazônicas graduadas na polícia equatoriana

Promoção das primeiras 106 mulheres indígenas da Amazônia equatoriana graduadas como funcionárias da Polícia, com o título de Tecnólogas em Segurança Cidadã e Ordem Pública, em solenidade que foi realizada no Estádio Vista Hermosa, em Tena, província do Napo.

Publicado em

Grupo de amazonenses, que se formou após um ano e dez meses de treinamento, 82 são da etnia Kichwa, 23 são da nacionalidade Shuar e 1 é Huaorani. A formação que receberam na Escola de Formação Policial da Subzona Napo n.º 15 abrangeu as áreas física, psicológica e académica. Lady Andi Mamallacta de 20 anos, é a primeira em antiguidade nesta promoção.

As mulheres uniformizadas pertencem à Sexta Cohorte, promoção "Sargento Germán Miguel Obregón Paladines 2018-2020".

Essas novas policiais obterão o passe na mesma região amazônica, pois se tornaram no nexo entre a força pública e cada uma de suas comunidades, já que falam a língua nativa de suas nacionalidades.

O evento contou com a presença da Ministra de Governo, María Paula Romo; o comandante geral, Patricio Carrillo; e o Comando de Polícia equatoriana.

Primeira promoção de mulheres indigenas amazônicas  graduadas na polícia equatorianaA graduação aconteceu na quint-feira 5 de março de 2020.

fonte: ministeriodegobierno.gob.ec

Primeira promoção de mulheres indigenas amazônicas  graduadas na polícia equatoriana

Deixe um comentário