Acadêmica mapuche Elisa Loncón é eleita presidente da Convenção Constitucional do Chile

O país redigirá uma nova Constituição em resposta institucional à crise que deflagrou uma onda de protestos em outubro de 2019 em busca de maior igualdade de direitos e bem-estar social. A atual Constituição é um resquício da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Publicado em

Por Associated Press
04/07/2021

A acadêmica mapuche Elisa Loncón foi eleita em segunda votação como presidente da Convenção Constitucional que se instalou neste domingo (4) no Chile, após obter 96 dos 155 votos das convencionais.

“Esta Convenção vai transformar o Chile”, disse Loncón, enfatizando que este “sonho” representará a pluralidade do país e trabalhará para estabelecer os direitos sociais, de cuidar da Mãe Terra, incluindo o direito à água.

Confrontos entre manifestantes e a tropa de choque chilena suspenderam, momentaneamente, a sessão de inauguração dos 155 congressistas eleitos, 77 mulheres e 78 homens eleitos — 17 cadeiras estão reservadas para os povos indígenas.

A nova Constituição, que substituirá a atual — redigida inicialmente por uma pequena comissão durante a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990) — como uma resposta institucional à crise que deflagrou a onda de protestos de outubro de 2019 em busca de maior igualdade de direitos e bem-estar social.

fonte: g1.globo.com

CAMI - Live América Indígena: Identidades e Resistências

Publicidade

Deixe um comentário