Bolivianos comemoraram o Dia do Mar em São Paulo

O evento aconteceu no Memorial da América Latina

Publicado em
Bolivianos comemoraram o Dia do Mar em São Paulo

Em 23 de março foi lembrado os 140 anos em que a Bolívia perdeu a saída ao Oceano Pacífico, produto de uma guerra desigual contra o invasor chileno. Guerra incentivada e apoiada por forças inglesas no ano de 1879, ocasionando à Bolívia uma perda de 400 quilômetros de costa e 120.000 quilômetros quadrados de território.

Motivados por esta emoção dezenas de imigrantes bolivianos acudiram ao coquetel reformatório do "Dia do Mar Boliviano", realizado nas instalações do Memorial da América Latina.

Mulheres bolivianas são destaque

Mães bolivianas reafirmaram a importância dos pais e mães ensinarem à história da guerra do pacifico aos filhos, mesmo nascidos fora da Bolívia eles não devem esquecer este sentimento de direito que tem os bolivianos no mundo inteiro.

 

Imigrantes bolivianos afirmam o amor pelo país natal

O sentimento de amor pela Bolívia foi explicito por todos os participantes presentes no Salão Tira-dentes do memorial da América Latina, "nasci sou boliviano e vou morrer boliviano" foram as palavras do Sr. Jorge Meruvia que mora no Brasil a 35 anos "tenho quatro filhos, e todos eles amam a Bolívia" finalizou.

O evento aconteceu na noite de sexta-feira (22) de março, no Salão de Atos Tiradentes no Memorial da América Latina, no bairro da Barra Funda em São Paulo.

Organizado pelo Consulado Geral da Bolívia em São Paulo.

 

Deixe um comentário