Bolivianos são repatriados durante pandemia da COVID-19

150 cidadãos bolivianos divididos em quatro ônibus, saíram de São Paulo rumo a “Puerto Suárez” cidade boliviana fronteiriça com o Brasil. A partida dos bolivianos aconteceu na tarde de segunda-feira (11) de maio de 2020. Os quatro grupos partiram desde os bairros do Brás e Bom Retiro.

Publicado em

O vice-cônsul boliviano Fernando Aquin Avila, informou que os cidadãos bolivianos que desejarem retornar para a Bolívia deverão entrar em contato com o consulado boliviano mediante os números de telefone que serão informados na página oficial do Consulado boliviano em SP.

Veja que documentos deve portar o boliviano que desejar ser repatriado

- Documento de migração (online);
- Teste de COVID-19 (negativo);
- Declaração jurada (no consulado boliviano).

Os contatos do consulado boliviano são:

https://www.facebook.com/ConsualdoGeneralSP
http://consuladobolivianosp.com

Os bolivianos que desejarem ser repatriados partirão a cada 15 dias aproximadamente, já que a estrutura preparada no acampamento “Germán Busch” equipamento médico deve ser esterilizado e desocupada durante este período.

Repatriação

Cada imigrantes repatriado teve que desembolsar o valor de R$ 190,00 por cada "Teste de COVOD-19", documento que certifica que a pessoa não está infetada e pode realizar a viagem. O valor das passagens não será cobrado segundo acordo entre a empresa de transporte e os passageiros. 

Entre os imigrantes que partiram com destino a fronteira boliviana, o grupo de (39) bolivianos varados no salão de eventos do Sr. German Poma no bairro do Canindé teve especial atenção durante sua estadia, recebendo doações entre alimentos e atendimento médico. Uma mostra da solidariedade da comunidade boliviana com as famílias varadas durante estes 10 dias de impasse.

Grupo chega em território boliviano

A delegação chegou sem contratempos no acampamento “Germán Busch” na cidade de “Puerto Suárez” em território boliviano por volta das 15:00h da terça-feira (12) de maio de 2020.


Foto - redes sociais

Conheça como foi o caso

Impasse de grupo de bolivianos que deseja retornar para a Bolívia no meio da quarentena do COVID-19

 

Publicidade

Deixe um comentário