Memorial da América Latina realiza formatura da segunda turma do curso de português para refugiados

Evento acontece dia 19 de dezembro, com a presença da primeira-dama Bia Dória

Publicado em
Memorial da América Latina realiza formatura da segunda turma do curso de português para refugiados

O Memorial da América Latina realiza, na quinta-feira, dia 19 de dezembro, a formatura da segunda turma do curso de português para pessoas em situação de refúgio. Os formandos são de diversas nacionalidades que, durante oito semanas, se dedicaram ao aprendizado da língua. A primeira dama, Bia Dória, será a madrinha da turma.

O curso é oferecido por meio de uma parceria entre a Fundação Memorial da América Latina, a Uninove, a Caritas Arquidiocesana de São Paulo e o ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados) e oferece aulas de português para pessoas em situação de refúgio no Brasil e que se encontram em contexto de vulnerabilidade.

A iniciativa pretende aproximar e promover a integração dos povos por meio do aprendizado do português, pois o não conhecimento da língua é um obstáculo para o convívio social e para pleitear oportunidades no mercado de trabalho. Nesta segunda turma, 29 alunos participaram das aulas. O curso foi oferecido por 8 semanas, com aulas de 3 horas, três vezes por semana.

Os alunos são encaminhados ao curso por meio de seleção realizada pela Caritas. Os formandos são do Afeganistão, República Democrática do Congo, Nigéria, Irã, Paquistão, Camarões, Burkina Fasso e Síria.

Essa é a segunda turma a participar do curso. A primeira turma frequentou as aulas nos meses de julho e agosto, também por 8 semanas, e 23 alunos, das 30 vagas disponíveis, concluíram o curso. Para 2020, estão previstas turmas para os níveis Básico, Intermediário e Avançado.

 

fonte: Memorial da América Latina

Deixe um comentário