Pequeno herói de 11 anos defende a mãe durante assalto a família boliviana em SP

O ato de bravura da criança em defesa da mãe a mãos de criminosos armados foi destaque nas redes sociais e programas de Tv no Brasil. Ultimas informações apontam que um dos assaltantes já foi detido pela polícia no mesmo dia do crime.

Publicado em

Uma família de imigrantes bolivianos foi assaltada na Zona Leste em São Paulo, o lamentável incidente aconteceu por volta das 7:00h de sexta-feira 10 de julho.

Segundo informações colhidas pela polícia, os bandidos seguiram à família desde a feirinha da madrugada local onde a família de imigrantes vende seus produtos.

Aparentemente os bandidos atuavam com a certeza de levar todo o dinheiro das vendas da família de empreendedores. Os bandidos fixaram sua operação no bolso da mãe de família onde transportava o dinheiro das vendas dos comerciantes. Durante a tentativa do roubo a mãe de família foi espancada pelos criminosos dentro do carro. Os bandidos chegaram a efeituar vários disparos com direção a cabeça da mãe, milagrosamente a arma não funcionou em todas as tentativas. Segundo Reynaldo, o pai de família boliviana "a arma não funcionou por que Deus estava com a gente, minha esposa eu e meu filho em todo momento pedíamos a Deus a gritos que cuidasse da gente, e ele cuidou..." finalizou o chefe da família que é cristão.

Os bandidos fugiram ao ver a aproximação de carros no local, os carros fugiram com sentido Marginal Tietê.

PEQUENO HEROI DE 11 ANOS 
O filho mais novo do casal de 11 anos, vendo a mãe ser  espancada dentro do carro saiu em defesa da progenitora, enfrentando-se corporalmente com um dos bandidos, imediatamente interveio Jhonny, tio da família que  entrou em luta corporal com o assaltante, vendo o  confronto o bandido (armado) disparou a queima roupa contra o tio, que encontra-se internado com quadro  clínico estável.

FAMÍLIA EMPREENDEDORA PACEÑA 
A família boliviana veio da cidade de La Paz, como muitos outros bolivianos vieram para o Brasil a procura de uma melhor vida trabalhando na área da costura, vendendo sua produção na feirinha da madrugada do Brás, como é tradição entre imigrantes o pequeno empreendimento e familiar.

 "O delegado me perguntou se após este acontecimento pensamos ir embora do Brasil...  respondi que não, pois nas escrituras diz que se ceamos devemos levantar a cabeça e continuar" afirmou Reynaldo.

COMUNDAIDE IMIGRANTE UNIDA 
As imagens do acontecido circularam nas redes sociais, despertando a solidariedade da coletividade imigrante no Brasil. Reynaldo agradeceu o apoio dos conterrâneos, e pediu para sua comunidade ser sempre unidos e cuidar os uns aos outros sempre que pudermos.

CONSULADO BOLIVIANO ACOMPANHA O CASO 
Por meio de vídeo chamada o cônsul boliviano Luis  Bravo falou diretamente com Reynaldo e ofereceu o apoio incondicional do consulado à família boliviana.

DETIDO UM DOS ASSALTANTES 
A Polícia prendeu no mesmo dia um dos criminosos que abordou a família de bolivianos. Segundo as autoridades em pouco tempo o resto da quadrilha será detida e pagará pelo crime.

A informação foi concedida pela Advogada Patrícia Veja que acompanha o caso. 

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário