Roda de conversa valoriza a cultura afro-indígena-mestiça da América Latina

O diálogo girou em torno da recuperação da identidade afro mestiça indígena deve ser prioridade para os povos que resistem a mais de 500 anos de tentativas de desconstrução, e imposições que vão desde a religião até a construção de um sistema que desvaloriza a energia da mãe terra (Pachamama) e todas as suas entidades.

Publicado em

Artistas dialogaram sobre o passado, presente e futuro da cultura afro mestiça indígena na América Latina.


A roda de conversa faz parte do projeto de exposição Gèlède PanAfroAmerica, dos artistas Raul Zito (Bra), Toztli Abril de Dios (Mex) com produção de Mirrah Lañez. O encontro aconteceu na noite de terça feira 30 de abril no Centro Cultural TENDAL DA LAPA bairro da Lapa em São Paulo.

As fotografias encontra-se em exposição até 18 de agosto de 2019 no Centro Cultural TENDAL DA LAPA.

Álbum de fotos

Deixe um comentário