10 características de um empreendedor de sucesso

O empreendedor deve ser o líder na sua empresa, ser um bom ouvinte, além de saber estimular permanentemente a equipe, motivando-a e comprometendo-a com os resultados.

Publicado em

Por: José Roberto Marques | Blog | 01 de agosto de 2018

Em meu novo livro “Empreendedorismo e Coaching – Pessoas Inovadoras Empreendem” eu digo que o segredo para o sucesso de um empreendedor pode ser descoberto por qualquer um, em qualquer idade. Mas aquele que preza pelo sucesso incentiva buscas constantes por uma oportunidade de negócio, e alerta para a necessidade de estar sempre atento ao que acontece no mercado em que vai atuar. Ele também tem a capacidade de planejar, tendo a visão de onde está, aonde quer chegar e o que é preciso fazer.

Uma das características básicas do empreendedor é seu espírito criativo e pesquisador. Além disso, ele está constantemente em busca de novos caminhos e soluções, de olho nas necessidades das pessoas. Enquanto alguns se limitam a enxergar apenas dificuldades e insucessos, o empreendedor é otimista e, apesar das dificuldades, está sempre em busca dos resultados positivos e extraordinários.

Mas como saber se você é um empreendedor, ou se é um empreendedor de sucesso? Confira algumas características essenciais:

1 – Comprometimento, determinação e perseverança

A realidade por trás da construção e do lançamento de um empreendimento é muito estressante. Por isso, é preciso que o empreendedor esteja preparado para abrir mão de muita coisa. Se for totalmente comprometido, determinado e perseverante, ele pode ganhar muitas vantagens a seu favor em relação aos seus concorrentes. São aspectos como esses que podem compensar algumas desvantagens.

2 – Senso de oportunidade e orientação por metas

A orientação para os empreendedores vem por meio de metas e das atividades decorrentes dela – metas que apesar de serem altas são tangíveis. É isso que os permite focar sua energia e serem seletos na escolha de oportunidades. Ter metas e direção é uma forma de ajudar a definir as prioridades e, também, a medir e comparar o próprio desempenho.

3 – Ser persistente na resolução de problemas

Empreendedores bem-sucedidos na construção de seus negócios, em geral, têm um elevado grau de determinação, além de um intenso desejo de superar obstáculos e barreiras, resolver problemas e completar o trabalho. Não se sentem intimidados pelas dificuldades, nem são precipitados em superar empecilhos que possam atrapalhar os negócios.

4 – Autoconhecimento e senso de humor

Uma das vantagens de um empreendedor é que ele possui uma grande consciência de suas forças, pontos de melhoria e de sua própria competitividade. São realistas, não se iludem e demonstram grande habilidade em conservar o senso de perspectiva, otimismo e humor, mesmo diante de situações mais difíceis. É assim que ele consegue rir e encontrar uma situação favorável mesmo diante das adversidades.

5 – Obter feedback

Nesse ponto, empreendedores são insaciáveis em saber se estão tendo um bom desempenho – eles precisam desse feedback continuamente. Esse é um hábito fundamental para aprenderem com os erros e aprenderem a lidar com o inesperado. Por isso, bons empreendedores também têm a fama de serem bons ouvintes e de rápida aprendizagem.

6 – Acreditar em si mesmo

Empreendedores de sucesso acreditam em seu potencial e no potencial de suas ideias inovadoras. Acreditam que são capazes de realizar todos os seus objetivos e sonhos, pois têm a autoconfiança necessária para colocar em prática todo o seu plano de ação. Esse atributo tem relação com a motivação orientada pela realização pessoal e o desejo de assumir responsabilidades.

7 – Tolerância ao estresse

Em todas as atividades de nosso cotidiano, é possível nos depararmos com situações que podem nos levar ao estresse. Isso é normal e acredito que acontece com a maior parte da população mundial. O que nos diferencia uns dos outros é a maneira como vamos nos comportar diante de cada fato estressante.

O empreendedor de sucesso sabe disso e tem inteligência emocional para lidar com tais situações. Para ele, é essencial parar por um instante, respirar e refletir sobre o que está ocorrendo, pois isso lhe dará maior clareza para tomar as decisões mais adequadas. Assim ele não se deixará ser tomado pelos sentimentos negativos que o estresse pode lhe trazer.

8 – Correr riscos

Toda pessoa que se propõe a iniciar um negócio, sabe que terá de lidar com diversos riscos em sua trajetória. Sabe que faz parte e que é algo quase que inevitável, pois nada tem 100% de garantia.

Os empreendedores de sucesso, ao tomarem uma decisão, fazem tudo de maneira muito bem calculada, pensada e avaliada, para que os impactos desses riscos sejam mínimos para o negócio como um todo.

9 – Lidar bem com o fracasso

Empreendedores de sucesso possuem a habilidade de utilizar suas experiências de fracasso como uma forma de aprendizagem e, também, como uma forma de evitar problemas semelhantes. Eles são realistas o bastante para conseguirem superar algumas dificuldades. A consequência disso é que eles não se desapontam, desencorajam ou se deprimem diante de um obstáculo ou insucesso. Em geral, eles veem as adversidades como uma oportunidade.

10 – Formar equipe

Empreendedores que criam e constroem um empreendimento não são lobos solitários. Formam equipes de trabalho, pois reconhecem que raramente é possível construir um negócio sozinho. Possuem a habilidade de despertar o herói que existe dentro das pessoas que atraem para o, dando a elas responsabilidade e dividindo com elas os méritos pelas conquistas.


A Importância do Empreendedorismo Para o Desenvolvimento de Uma Economia

O empreendedorismo é, de fato, muito importante para o desenvolvimento de uma economia. Sinônimo também de novas oportunidades, o ato de empreender representa a geração de mais postos de trabalho e melhor distribuição de renda.

O comprometimento com o desenvolvimento social é um dos diferenciais competitivos do empreendedor. Não basta apenas abrir uma empresa, um negócio, com a finalidade de gerar lucro. Isso não é empreender. A responsabilidade social e econômica também é muito importante.

Essa consciência de responsabilidade já tem sido adotada por muitas empresas e organizações. Muitas se preocupam com o cuidado e proteção com o meio ambiente, com o descarte correto de resíduos, toda uma questão ecológica.

Há os empreendedores visionários, que “pulam na frente” diante de oportunidades que enxergam antecipadamente. Um exemplo disso são empresas que trabalham com reciclagem de materiais, proporcionando tanto uma recompensa financeira quanto um retorno socioambiental para a sociedade.


Empreendedorismo e Sustentabilidade

Quando falamos de empreendedorismo sustentável, estamos nos referindo à criação de novas opções de negócio onde o foco principal, além da lucratividade, é a resolução de problemas sociais e ambientais. Esse é o principal objetivo desse tipo de empreendedorismo. O conceito visa a implantação de medidas que conciliem os avanços tecnológicos à preservação do meio ambiente e da qualidade de vida das pessoas.

É uma convicção do empreendedor sustentável, maior ainda do que qualquer outro modelo de empreendedor, de que sua empresa depende das pessoas e da natureza para mantê-la no mercado. É uma missão para ele contribuir com o meio ambiente e a sociedade.

Uma vez que os consumidores atuais estão bastante preocupados com a atuação socioambiental das empresas, essa visão sustentável confere à empresa uma imagem de responsabilidade.


Empreendedorismo e Recessão

O Empreendedorismo estimula a economia em uma recessão? Como o empreendedorismo e o crescimento econômico estão relacionados e o que os governos podem fazer para usar a criação de empregos como um estímulo?

Segue uma análise do estudioso em economia Simon Parker:

O número de empreendedores acompanha o crescimento econômico, crescendo em “booms” e diminuindo em crises. Ainda que sejam desconhecidas as causas desse fenômeno, Parker especula que a expansão econômica pode permitir aos novos empreendedores investir mais, gerando negócios para outras empresas. Financiamentos para novos negócios também são mais acessíveis em tempos de crescimento econômico, e muito mais limitados em uma recessão, bem quando as empresas mais precisam desses recursos.

Intervir a favor dos empreendedores em períodos difíceis. Incentivar a criação de novos negócios pode ser uma saída para a recessão. Novos negócios geram um número desproporcional de novos empregos, e os desempregados têm mais chances de se tornarem empreendedores do que trabalhadores empregados.

Parker também lista uma série de soluções políticas que podem apoiar o emprego e o crescimento do consumo.

Solução 1: Trabalhe junto aos bancos para manter os empréstimos a pequenas empresas em uma recessão. Os governos podem diminuir os impactos negativos da queda nos empréstimos do setor privado apoiando os bancos no crédito às pequenas empresas, ou tomando para si parte dos riscos através de programas de garantia de empréstimos. Em resposta a normas bancárias mais rígidas após uma crise, alguns governos até mesmo já abriram bancos estatais voltados a pequenas empresas.

Solução 2: Apoie o capital de risco em tempos difíceis (e somente em tempos difíceis). Não é novidade que o capital de risco acompanha de perto a economia: ele é abundante durante o crescimento econômico, mas desaparece nas crises. O apoio desregrado do governo ao capital de risco em épocas de crescimento pode até ocasionar bolhas especulativas, mas o apoio público ao capital de risco privado em tempos de recessão pode estimular a economia através do incentivo ao empreendedorismo, que por sua vez fomenta o consumo. Assim como a Kauffman Foundation, Parker também diz que fornecer incentivo ao capital de risco privado é preferível a criar empresas públicas de capital de risco.

Solução 3: Invista recursos públicos para atrair empreendedores para áreas em depressão econômica. Ao usar o empreendedorismo como uma ferramenta de desenvolvimento local, os líderes políticos devem julgar se são os grandes ou os pequenos negócios quem vão ajudar mais a região a sair ilesa da crise econômica. Grandes negócios tendem a suportar melhor as crises, mas pequenos negócios locais tendem a se importar mais com o destino de uma região e com os seus habitantes.

Solução 4: Forneça programas de apoio ao emprego e serviços de consultoria a empresas. Os governos podem incentivar desempregados a se tornarem empreendedores ao diminuir os riscos de se administrar um negócio próprio: mesmo se eles fracassem, os empreendedores poderão contar com benefícios públicos. Esta medida pode sem querer causar o crescimento de negócios malsucedidos que podem vir a quebrar em um ou dois anos, mas ainda assim ela pode gerar no curto prazo um oportuno crescimento de consumo.


Vamos conhecer o que é uma comunidade empreendedora?

Devido ao nosso histórico de crises, o Brasil se tornou um país onde o movimento empreendedor é de grande relevância e tem como a criatividade um elemento de importante destaque. A população brasileira é muito criativa quando se diz respeito em desenvolver soluções para superar os momentos de crise. Isso torna nosso país em primeiro lugar no mundo em empreendedorismo, com uma quantidade de empreendimentos muito expressiva.

Apesar de que a quantidade de empreendimentos seja muito expressiva, ainda não temos uma comunidade empreendedora muito fortalecida no Brasil. Um exemplo disso são os “cases de sucesso” de startups nacionais. Ainda não temos nenhuma que seja referência mundial.

As comunidades empreendedoras são importantes para movimentar o ecossistema do empreendedorismo como um todo. Elas disponibilizam informações úteis sobre os recursos disponíveis para a sociedade e compartilham as ideias que são desenvolvidas pela comunidade de modo geral.

5 Dicas Importantes Antes de Abrir Seu Negócio.

1) Avalie seu perfil empreendedor – faça para si mesmo as seguintes perguntas: Tenho perfil para empreendedor? Qual meu papel como gestor da minha empresa? Em que segmento tenho mais aptidão, qualificação, conhecimento? Estou preparado para as soluções de problemas que irei enfrentar pelo caminho?

2) Prepare um plano de negócios e planejamento financeiro – pesquise o mercado antes de começar a empreender. Crie relatórios, planilhas de custo, etc. Tenha conhecimento dos custos iniciais. Muitos empreendedores sabotam o capital de giro. Tenha noção de todos os gastos antes e durante o processo de abertura de sua empresa. Evite surpresas!

3) Domine o assunto e negócio – Fazer o que gosta ou gostar do que faz? Se você domina o assunto, o seu negócio tem grandes chances de dar certo. Com certeza vai sentir prazer no que faz. Quem não quer ter resultados positivos e um lucro satisfatório?

4) Escolha um bom investidor ou sócio – Foque no que realmente será mais importante para você e seu empreendimento. Se um investidor ou um sócio. Esta decisão irá te acompanhar depois por muito tempo. Não se precipite em tomar uma decisão errada para não se arrepender depois.

5) Converse com um consultor de negócios – Aprenda que nessa hora não se deve pedir opiniões para qualquer pessoa. Um bom consultor de negócios irá te orientar melhor. Vale a pena contratar um serviço de pesquisa de mercado, segmentação. Tudo isso o consultor irá te ajudar. Faça um bom planejamento financeiro

Em momentos de instabilidade econômica, o medo de empreender, de fazer investimentos é natural. Contrariando esse pensamento, quem não ouviu a frase: “Boas oportunidades aparecem em momentos de crise”.

Muitas empresas surgem nesse momento buscando soluções mais criativas, soluções talvez não tanto convencionais embora com ideias novas e que geram empregos.

Por isso, não tenha medo de se tornar um empreendedor! Se você tem criatividade, ideias inovadoras, um “mindset” mais focado e principalmente, se seu empreendimento irá trazer algum benefício para a sociedade, não perca tempo, comece a pensar no seu negócio. Vamos empreender!

Agora que você sabe as principais características de um empreendedor de sucesso, compartilhe nos comentários o que você achou do artigo.


Copyright: 604427873 – https://www.shutterstock.com/pt/g/peshkova
fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/10-caracteristicas-de-um-empreendedor-de-sucesso/

 

Empreendedorismo e Impacto Social 36120

Empreendedorismo e Impacto Social

Uma nova geração de negócios está impulsionando uma mudança social positiva em nosso país. São os negócios sociais, que surgiram como uma alternativa para empreendedores que desejam gerar...

Deixe um comentário