Hamilton de Holanda comanda última roda de choro do ano no Memorial da América Latina

Choro, Chorinho e Chorões acontece dia 10 de dezembro

Publicado em
Hamilton de Holanda comanda última roda de choro do ano no Memorial da América Latina

O Memorial da América Latina promove sua última roda de choro de 2019 em grande estilo: Hamilton de Holanda é o convidado especial do projeto Choro, Chorinho e Chorões, que acontece no dia 10 de dezembro.

Hamilton foi um dos fundadores da primeira Escola de Choro no mundo, em 1997, idealizou e foi um dos principais articuladores da petição enviada ao Congresso Nacional para conceder ao Choro um Dia Nacional. Como resultado, desde 23 de abril de 2000 é comemorado no Brasil o Dia Nacional do Choro, em homenagem à data de nascimento de Pixinguinha.

O músico também ficou conhecido por ter reinventado o tradicional Bandolim de 8 cordas, adicionando um par de cordas graves extras afinadas em Dó (indo de 8 a 10), dando-lhe uma voz mais profunda. O aumento no número de cordas, combinado com os solos rápidos, contrapontos e improvisações, tem inspirado uma nova geração a pegar o bandolim de 10 cordas.

Compositor e improvisador, Hamilton de Holanda coleciona uma longa discografia tanto de composições próprias como de homenagens a alguns de seus ídolos. Em sua trajetória, já dividiu o palco ou gravou com nomes como Wynton Marsalis, Chick Corea, The Dave Mathews Band, Paulinho da Costa, Chucho Valdes, Egberto Gismonti, Ivan Lins, Milton Nascimento, Joshua Redman, Hermeto Pascoal, Gilberto Gil, Richard Galliano e John Paul Jones. , Bela Fleck, Stefano Bollani entre muitos outros.

O projeto

O projeto Choro, Chorinho e Chorões acontece no Memorial da América Latina desde agosto, toda segunda terça-feira do mês. A estreia foi feita pelo bandolinista Fábio Peron, acompanhado dos músicos Zé Barbeiro, Deni Domênico, Ricardo Hertz e Alexandre Ribeiro, em uma homenagem a Jacob do Bandolim. Durante todo o evento, o cartunista Paulo Caruso fez caricaturas dos músicos.

Na edição de setembro, a atração foi o grupo Choronas, o primeiro grupo de choro brasileiro formado só por mulheres. Em outubro, os convidados foram Conrado Bruno e Júnior Alves e Quarteto e, em novembro, Izaias e Seus Chorões e Conjunto Retratos.

A proposta do evento é promover rodas de choro em horário de happy hour, remetendo o público a uma atmosfera de descontração de encontros de músicos e amantes de choro.

Durante todo o evento o público também pode experimentar o melhor da comida de boteco de espaços gastronômicos tradicionais da cidade.

Serviço:
Choro, Chorinho e Chorões – Hamilton de Holanda
10 de dezembro, a partir das 18h
Ao lado do Prédio da Administração | Portões 8, 9 e 13
Entrada gratuita
Classificação livre

fonte: memorial.org.br

Deixe um comentário