Papa diz que violência contra mulher é ultrajar a Deus

Em discurso de Ano Novo, Francisco também pediu que fiéis trabalhem para construir a paz.

Publicado em

O papa Francisco usou a sua tradicional mensagem de Ano Novo para pedir paz e condenar a violência contra a mulher. No 55º Dia Mundial da Paz, comemorado neste sábado (1º.jan.2022), o líder católico pediu que os fiéis trabalhem para construir uma sociedade melhor

“Quanta violência existe contra a mulher! Chega! Machucar uma mulher é ultrajar a Deus, que tirou a humanidade de uma mulher”, disse à multidão reunida na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Depois, lembrando da imagem de “Maria com seu Filho nos braços”, o papa dirigiu seu pensamento “às jovens mães e seus filhos, que fogem das guerras e da escassez ou estão à espera em campos de refugiados”.

Papa diz que violência contra mulher é ultrajar a Deus

“Lembremos que o mundo muda e a vida de todos só pode melhorar se nos colocarmos à disposição dos outros, sem esperar que eles venham ao nosso encontro. Somente se nos tornarmos artesãos da fraternidade, poderemos recompor um mundo dilacerado por guerras e violências.”

O pontífice, que completou 85 anos no dia 17 de dezembro, disse que devemos ter também uma visão positiva da paz.

“Não devemos desanimar ou reclamar, mas arregaçar as mangas para construir a paz. Que a Mãe de Deus, Rainha da Paz, nos obtenha, no início deste ano, paz aos nossos corações e ao mundo inteiro”, completou Francisco.

fonte: poder360.com.br

VEJA TAMBÉM

Técnica campeã da São Silvestre 2021 incentiva denunciar a violência contra mulheres
Mulher policial (GCM) pede para as imigrantes denunciar a violência contra elas

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário